Mapa de Riscos

     É de conhecimento de todos que a segurança no trabalho é uma questão cada vez mais relevante nos dias atuais, sendo regulamentada por leis, no Brasil o órgão responsável por isso é o Ministério do Trabalho. O objetivo da segurança no trabalho é reduzir os acidentes e doenças relacionados a esse, dando aos trabalhadores uma melhor qualidade de vida dentro do ambiente do emprego e consequentemente melhorando sua produtividade, conforme explicado no nosso post sobre 5 Maneiras de Melhorar a Segurança do Trabalho. Para tanto, vários métodos podem ser utilizados, como por exemplo treinamentos e/ou sinalizações, entre esses métodos está o mapeamento de riscos.

       Um mapa de riscos é um levantamento qualitativo dos riscos existentes no local de trabalho, seja da empresa inteira ou apenas um setor. Seu objetivo é reunir informações para conscientizar os trabalhadores, estimular e determinar ações de segurança, como medidas de prevenção e uso de equipamentos de proteção coletiva e individual (EPIs e EPCs). O mapa de riscos deve ser colocado em um local de fácil visualização, para que tanto os colaboradores quanto visitantes possam compreender os riscos do local de maneira simples e rápida. De acordo com o Ministério de Trabalho, a elaboração de um mapa de riscos é obrigatória para todas as empresas com grau de risco e número de funcionários que exijam a existência de uma CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e seu não cumprimento poderá gerar multa, além, é claro, de prejudicar a saúde do trabalhador.

                Mas como representar um mapa de riscos?

      O mapa de riscos é representado graficamente, por meio de círculos de diferentes tamanhos e cores. O tamanho do círculo está relacionado com a sua intensidade (círculos maiores, riscos maiores e círculos menores, riscos menores). Já as cores representam o tipo de risco, que devem seguir a seguinte classificação:

Verde: Riscos físicos (ex: ruído, altas temperaturas)

Vermelho: Riscos químicos (ex: gases,fumos)

Marrom: Riscos biológicos (ex: bactérias, vírus)

Amarelo: Riscos ergonômicos (ex: esforço físico, desconforto)

Azul: Riscos de Acidente (ex: quedas, atropelamentos)

                Quem elabora o mapa de riscos?

     Segundo o Ministério do Trabalho, a elaboração de um mapa de riscos é de responsabilidade da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). Caso a CIPA não tenha condições de elaborar um mapa de riscos, o empregador poderá contratar um profissional capacitado ou uma consultoria em segurança no trabalho.

     O mapeamento de riscos é um dos serviços oferecidos por nós da Química Júnior. Por se tratar de uma empresa júnior temos uma séries de vantagens, como preços abaixo do mercado. Ficou interessado? Solicite um orçamento!