Por que tratar sua água?

A água compõe mais de 70% da superfície do planeta Terra, sendo um recurso importante para a existência de vida uma vez que está presente na nossa vida cotidiana, desde como água potável para o consumo até para fazer comida, na limpeza, nos momentos de  lazer. Ou utilizá-la na sua empresa ou na sua plantação, para os funcionários e/ou para os produtos.

A água é um recurso natural abundante, logo, para todas as atividades, a importância de ser tratada é fundamental. O ponto principal a ser verificado na água é seu tratamento, para se certificar que ela está própria para o uso.

O tratamento de água em estações de tratamento segue algumas etapas:

- Coagulação;
- Floculação;
- Decantação;
- Filtração;
- Desinfecção;
- Adição de flúor;
- Correção do pH;

Cada etapa possui sua importância para que o tratamento seja eficaz e que a água que então estava contaminada, siga com suas características principais, para que todos a utilizem, sendo:

- Insípida, que significa sem gosto;
- Inodora, que significa sem cheiro e
- Incolor, que significa sem cor ou transparente.

Copo d'água - Tratamento de água

(Foto: água transparente)

Na etapa de coagulação, é feito a adição de uma substância química, o sulfato de alumínio, capaz de se juntar com alguns tipos de sujeira, como partículas sólidas, para que possa seguir para a próxima etapa. 

Na próxima etapa, a floculação, as partículas sólidas se unem e se aglomeram, formando flocos de partículas maiores, que são mais fáceis de serem retiradas posteriormente.

Na etapa de decantação, a água vai para grandes tanques, onde os flocos decantam, isto é, ficarão por baixo e a água mais limpa ficará por cima. Assim, é possível separar a água limpa das sujeiras que foram coaguladas e floculadas, coletando somente a parte da água que fica mais acima.

Na etapa de filtração, as partículas e sujeiras menores serão retiradas após passar por filtros, que podem conter:

- Areia;
- Carvão ativado;
- Pedregulho, etc.

Analogicamente a essa etapa, dentro de casa, é comum encontrarmos filtros de barro que utilizam uma vela para que a água da torneira seja tratada. A água que sai da estação de tratamento, apesar de estar potável, pode ser contaminada no caminho das tubulações até sua casa. Essa vela pode ser, normalmente, de cerâmica ou de carvão ativado ou outros ainda que irão filtrar as partículas indesejáveis da água. 

Na próxima etapa da estação de tratamento, irá acontecer a desinfecção, onde é adicionado cloro ou outra substância que irá eliminar possíveis causadores de doenças, como microorganismos. Apesar de ser uma substância que é conhecida pelos malefícios que trouxe a população através do gás cloro, a adição de cloro na água é feita de forma a fazer a desinfecção da água e não fazer mal a organismos vivos que a irão utilizar.

A adição de flúor ou fluoretação na água de tratamento é feita desde 1945 no Brasil e tem como principal propósito ajudar na prevenção de cáries em toda a população que tem acesso a água potável.

Como última, mas não menos importante, na etapa de correção de pH, são adicionadas substâncias que equilibram o pH para proteção dos encanamentos e tubulações que ela seguirá até saída pela torneira, por exemplo. 

 

Torneira - Tratamento de água
(Foto: água saindo da torneira)

O pH mede a acidez da água, se a água estiver muito ácida ou muito básica, as tubulações podem sofrer com danos. Para exemplificar, é possível ver pH ácido em um suco de limão e um pH básico em verduras, castanhas, entre outros. Além disso, é necessário salientar que uma alimentação balanceada inclui alimentos ácidos e básicos, portanto, isso não quer dizer que eles farão mal a saúde. 

É possível que existam mais etapas, dependendo da estação de tratamento de água analisada, porém, essas são as mais comuns e essenciais para que a água saia potável da estação de tratamento. Novamente, a água pode ser contaminada no caminho que seguirá pelas tubulações e canos até a chegada nas residências e indústrias.

A água não tratada, como água da chuva, não é indicada para consumo ou para atividades que requerem medidas corretas e precisas de parâmetros essenciais. Porém, nesse caso, pode ser utilizada para ser usada de maneira racional, como água para limpeza da casa, no chão, quintal etc. Confira aqui dicas de como viver de maneira mais sustentável e ajudar a preservar esse recurso natural tão precioso. 

A água não tratada pode ser prejudicial à saúde. Existem doenças que podem ser transmitidas por microorganismos presentes nela, como amebíase e cólera. Em ambos os quadros clínicos, há dor abdominal e diarreia. Para o diagnóstico de tais condições é necessário buscar ajuda médica. 

Se você assiste programas de sobrevivência, já deve ter visto cenas onde as pessoas que estão lá e beberam água sem tratamento e acabaram passando mal por horas e horas. Mesmo sendo um caso extremo e fora do dia a dia, é uma situação que serve bem para ilustrar o que pode acontecer com quem não utiliza água tratada para o consumo.

Além do mais, árvores e plantas utilizam água e luz do Sol para realizar a fotossíntese e obter energia, seja para dar frutos ou flores. Se a água não estiver em boas condições, sua plantação também não estará.

Alguns parâmetros, como pH e densidade, são essenciais para garantir que a produção na sua empresa ou plantação continue a todo vapor e que sua água esteja própria para o consumo humano! Para saber se sua água está sendo tratada corretamente para garantir a máxima eficiência, existem alguns testes químicos que a Química Jr. pode fazer por você. Clique aqui para saber mais.